quarta-feira, 30 de novembro de 2011

MEMÓRIA - “BRITÂNICO, MAS ATRASADO”


Nasci atrasado, em agosto de 1970, e com isso perdi o homem chegando a Lua, os Beatles ainda juntos e de ver o Brasil ser tri-campeão na Copa daquele ano. Corri pra ver se recuperava o tempo perdido e com isso consegui ver um robô chegar a Marte, a volta virtual dos Beatles em sua antológica coletânea e ver a seleção canarinho ser tetra e pentacampeã.

É... Foi legal, mas sinceramente, não é a mesma coisa.

Uma vez atrasado, sempre atrasado, mas não é atrasado para a aula, trabalho ou coisas assim, pois nos compromissos marcados sou bem pontual, britânico, até. Estou falando de destino mesmo! Por exemplo, essa coisa da aula... Quando eu tinha aulas, sempre chegava na hora, mas entrei com cinco anos de atraso na faculdade.

Ok, não estou culpando o destino por meu atraso em entrar numa faculdade, mas eu ser culpado por isso foi o meu destino... Entende? Bom, não importa! O fato é que sou um ser humano atrasado no tempo. E até que não é ruim, já que sou um jovem de quase 40, algo que não seria possível se eu fosse pontual.

Pra piorar também não tenho memória... Eu já disse isso?

Nem lembro o número de meus telefones celulares... Isso mesmo, tenho mais de um aparelho, três pra ser exato. Não pensem que esqueci que já tinha um e fui comprando outros, pois ganhei os três da minha mãe. Não de uma vez, claro, mas creio que separados “geneticamente” pelo tempo.

Sei que tenho mais coisas a dizer sobre isso, mas no momento não me vem a mente.

... Enfim, não bastassem essas duas qualidades, ganhei outras que me fazem parecer o Woody Allen ou o Domingos de Oliveira. Adoro os dois e até me identifico com eles, a diferença é que apesar de sermos todos neuróticos, hipocondríacos e escritores, só eles deram certo, então além de tudo, sou azarado também!

... Ou estou apenas atrasado?

Nenhum comentário: