quinta-feira, 30 de junho de 2011

OPINIÃO - "MEUS DELÍRIOS DE POLÍTICA"


Eu achava que detestava política, porque não me sinto atraído por assuntos que envolvam questões do tipo, mas percebi que essa minha implicância se deve ao descaso de nossos egocêntricos candidatos.

Outro dia, num esforço atroz pra lembrar do nome dos ilustres, vieram a minha mente palavras que lembravam o nome de uma dupla sertaneja, algo como: “Coelhinho da Páscoa e Bicho Papão”!

É, reconheço que política não seja um assunto que eu domine... Mas mesmo com toda minha vergonhosa ignorância no assunto e esquecimentos que não tem perdão, arrisco imaginar soluções para um melhor funcionamento de nossa “democracia” (assim mesmo entre aspas, porque não acredito nessa suposta democracia, baseada na ignorância do povo).

Acredito que os políticos, assim que tomam posses de seus cargos deveriam perder seus direitos civis... Isso mesmo, não estou brincando. A liberdade deles, e da família, seria resumida aos bens e usos de serviços públicos. Nada mais de clínicas de saúdes particulares, restaurantes finos, colégios ou faculdades particulares e caros. Nada de ostentações sustentadas pelo dinheiro do contribuinte.

Nosso dinheiro pagaria, talvez, um salário justo (talvez também, pois não merecem tanto) e de resto, como sustentamos o serviço público, nada mais justo (para nós) que os nossos políticos se servissem somente dos mesmo benefícios que nós mortais. Sendo assim, tenho certeza de que, rapidamente, teríamos uma melhora significativa em todo sistema público de educação, saúde e todo o resto!



Já pensou que simpático encontrar o prefeito na reunião de pais da escola pública, falando de seu filho e coleguinhas matriculados ali? Ou ainda encontrar o governador e sua senhora na fila do SUS pra tratarem de uma violenta gripe... Nossa! Seria incrível! Nosso sistema público finalmente teria qualidade de instituições particulares, com todo recurso e estruturas necessárias para um bom atendimento!  

Claro que não podemos esperar que os digníssimos se submetam a tanta humilhação. Afinal, humilhação é direito só do povo (considerando que políticos e povo são coisas diferentes).

Mas um amigo vai mais longe, e acha que políticos nem deviam ter salário, que o trabalho deles deveria ser voluntário! É... Melhor parar de falar ou vão querer jogar eu e meu amigo num hospício do sistema público... Credo!

Um comentário:

Náshara Silveira disse...

Concordo com vc! Nada mais juto do que os políticos usufruírem das "maravilhas" oferecidas pelo Estado.
Bj