segunda-feira, 30 de maio de 2011

OPINIÃO - "O CARINHOSO TROTE UNIVERSITÁRIO"


Passar pra faculdade é um evento marcante na vida de qualquer pessoa... E marca mesmo! Entre os mimos mais marcantes, que os novos alunos recebem, temos: Ferimentos, afogamentos, humilhações e até queimaduras provocadas pelo calor humano! Comovente!

A festa do trote promove a integração e a cordialidade entre alunos veteranos e os calouros. Estão pensando que o início da vida acadêmica se resume ao esforço para ser um profissional competente e respeitado? Ledo engano! O princípio da vida acadêmica é recheado de risos (bom, talvez nem tanto, mas deve ser timidez dos calouros) e caras pintadas (a dos calouros, só, pois os veteranos são pessoas sérias e não tem comportamentos imaturos).

Nessa celebração também encontramos palavras de ordem e manifestações de carinho (dos veteranos), que chegam a levar alguns calouros as lágrimas e alguns até ao hospital (deve ser por causa da emoção).

Acho tão nobre esse ritual, uma prova de maturidade e caráter tão excepcional, que fico surpreso comigo mesmo de ter tentado fugir de passar por essa manifestação calorosa e solidária.

A celebração ritualizada pelo trote, nos dá uma idéia da qualidade dos médicos, engenheiros, advogados e outros profissionais extremamente qualificados e de caráter inquestionável, que estarão a serviço da população.

Eu estava pensando aqui... Acho que essa coisa do trote, que os veteranos (e futuros “profissionais”) aplicam nos calouros, tão importante na vida de uma pessoa, no futuro profissional dela, que acho que deveria constar em seus currículos (com fotos anexadas).

Mas, se dependesse disso, será que eu teria chances no mercado de trabalho? Afinal nunca apliquei trot... Ops, me entreguei!

Ok, ok... Admito que até me orgulho disso (que coisa feia, né?)!

Não me resta outra coisa senão pedir perdão por essa falha de caráter.

Nenhum comentário: